segunda-feira, 30 de abril de 2007

Me encanta

Considerações sobre o fim de semana, sem qualquer ordem cronológica.

Era pra mim acordar as 8 no domingo, mas quando o dia nasceu sem uma nuvem no céu eu estava lá, com um misto de curiosidade e chimarrão. Na verdade, desde sexta de noite eu não durmo direito. Deito na cama e começo a pensar e pensar. E pensar é aquela coisa, depois que se começa não se consegue mais parar. Só sei que agora, na segunda de meio dia, ainda não dormi de forma descente.

Durante o show uma troca de olhares foi suficiente e finalmente eu e o Castor trocamos de baixo no meio de uma música. Sinto-me honrado. Mesmo que o Pablito tenha esmirilhado o braço do Virgílio com a guitarra. Well..its just rock n roll.

Não vou esquecer, está escrito no meu espelho, do lado de coisas difíceis de dizer.

Um flor murchou.

No final do primeiro show recebi uma msg dizendo que o show tinha sido bom, mas violento. Não é violência, é intensidade.

Maluco ou dolorido. A diferença é só um acento. Pensei muito se meu amor tem acento ou não.

Queria ter tocado essa música, mas eu ACHO que a pessoa que tinha que escutá-la não foi.

Eu vivi em mim durante algum tempo
Senti o calor brotar
E cada pedaço de mim sofria por não te encontrar
Cantando aos gritos sem sentido, me faz queimar

Quero viver um dia de cada vez
Dançar com minha alma e o que pode ser
Transpor meus instintos,libertá-los de mim
Uma doce euforia que transborda meu ser

Quando eu voltar, quero tudo que foi meu
Meu amor, teu sorriso incendeia meu olhar.
Inquieta minha alma teu calor
Inquieta minha alma teu calor

Não me destrua em pedaços que eu não possa juntar
Me dá do teu silêncio
Que eu te faço falar.

Só por acaso, talvez nem seja tanto
Sei o seu nome e sei quem você é

Quando eu voltar...
Meu amor
Quando eu voltar...

Escrevendo em pedaços, vivendo em pedaços.

Estou voando alto demais.?? Precisava mesmo de um soco.??

3 comentários:

  1. Anônimo1/5/07 00:35

    Teu voô n deve ter limites, a perturbação humana sim... Cena lamentável.

    ResponderExcluir
  2. Tem uma música do Red Hot, que vc ainda não conhece, que diz "if you see I getting high, knock me down..
    perguntei do soco por causa disso.

    Sem limites.?? De forma nenhuma.
    "Tudo lhes é possível, porém nem tudo lhes convém".

    ResponderExcluir
  3. Por isso nao falo pouco, nao me faço entender...espectadores violentos...tu nao faz idéia das bizarrices...

    ResponderExcluir