terça-feira, 19 de junho de 2007

Não posso me esconder de mim.


Ao som de: Red Hot - Higher Ground

_____Escrevi muito depois de considerar o que leio por aí. Mas alguns segundos segurando o backspace resolveram meu problema e me deram certo alívio. Fiz escola em escrever pela metade, mas não escrevo mais assim. Prefiro não escrever do que escrever pela metade. As palavras acabam me expondo a vários tipos de castigo, enquanto meu silêncio não tem contas a dar. Sendo assim, só quero ser julgado pelas palavras que digo de coração, não por aquelas ditas dentro dos meus infinitos jogos com pessoas e sentimentos. Aliás. O jogo acabou.

_____Vou acreditar no meu próprio pensamento, não por arrogância ou por excesso confiança, mas simplesmente porque se eu não fizer isso, amanhã um estranho qualquer poderá dizer, com um magistral bom senso, exatamente o que eu penso e o que eu sinto desde sempre. E eu serei obrigado a receber de fora, envergonhado, a minha própria opinião.

_____"Acima de tudo, o que nos torna imediatamente felizes é a jovialidade do ânimo, pois essa boa qualidade recompensa a si mesma de modo instantâneo. Nada pode substituir tão perfeitamente qualquer outro bem quanto essa qualidade, enquanto ela mesma não é substituível por nada." Tudo isso demanda muita perseverança. Paciência. Suor. Muito suor. A virtude é uma arte obtida com treinamento e com o hábito. Nós somos aquilo que fazemos repetidas vezes.




_____
Fato do dia que transcende a ideia de acaso: Coração de cavaleiro na sessão da tarde.

_____E eu fui dormir com chuva. Acordei com o calor do sol. A maré mudou.

10 comentários:

  1. li 5 vezes e continuo clicando.

    ResponderExcluir
  2. "...amanhã um estranho qualquer poderá dizer, com um magistral bom senso, exatamente o que eu penso e o que eu sinto desde sempre. E eu serei obrigado a receber de fora, envergonhado, a minha própria opinião..."

    Tá óbvio que o chapéu me serviu, mas não concordo.
    Há conhecidos de longa data que jamais te entenderão, bem como,há estranhos das mais variadas formas, que nem perceberão o que tu fala, e como o faz.

    Entender com bom senso, não é entender. Não te vejo provido de sensos,e nem acho que tu os reverencie. Quem "tenta", entender o que se pensa e o que se sente, abandona os sensos, principalmente o bom.
    Pessoas, eu falo por mim, jamais se entende, não é esse o objetivo.
    Ou quero estar perto...ou longe. Não por entendimento, mas por pura paixão.

    (não que eu queira me explicar e tal, nunca quis fazer sentido, não aqui :))

    ResponderExcluir
  3. gata de botas20/6/07 11:26

    hahaha.
    não entendi.
    tá tão divertido não entender.

    :P

    um punhado pra ti..

    ResponderExcluir
  4. fala assim pq não entendeu.
    já imaginava.

    e ainda, fala assim mas ja foi morno também. vc sabe.

    de qqr modo...baisers.

    ResponderExcluir
  5. sem coração é óbvio que eu estava morno, embora tenha negado isso pra mim mesmo.

    São palavras, não são para serem entendidas.

    Um amor enorme que eu chamo de vida.

    ResponderExcluir
  6. afinal, quem precisa de palavras quando se têm um sorriso?

    eu é que não.

    ResponderExcluir
  7. "amanhã um estranho qualquer poderá dizer, com um magistral bom senso, exatamente o que eu penso e o que eu sinto desde sempre. E eu serei obrigado a receber de fora, envergonhado, a minha própria opinião."

    Eu sabia que tu ia achar onde colocar essa frase!!!

    Denúncia!!!

    Hahahha
    Amo tu!

    ResponderExcluir
  8. gata de botas21/6/07 08:52

    sorrisos.
    é por isso que o céu continua azul.

    [risada interna]
    e externa tb.
    hahahaha

    ResponderExcluir
  9. pq ele é nosso.???
    pq (quase)ninguém me entende.??
    pq acham que me entendem.??
    pq meu coração voltou.??
    pq o copa bebeu.??

    ResponderExcluir
  10. gata de botas21/6/07 10:08

    o copa sempreS bebe!!!

    ResponderExcluir