domingo, 23 de setembro de 2007

E foi assim no meu reino....

Ou Eu acredito em final feliz

Ao som de: Tool - 10000 days

_____Desde quarta. Desde sempre, ao que parece. Minha vida, meu corpo destruído. Festa estranha, cuidando do compadre, ainda repensando mudanças ordenadas. Era o começo, eu considerei.

_____Na quinta, filmes, uma janta com cardápio duvidoso. Uma sequela sem limites. E a se- quela durou até a hora do show na sexta. E além. Não sei dizer o que era real e o que eu estava sentindo mesmo por loucura. Um pouco de ansiedade, um pouco de nervosismo. Mas eu lembro que todo mundo deu a mão e eu rezei um pai nosso. Aquele era o momento, tudo ia dar certo. Meu corpo terminado, mas minha cabeça voando. E o show foi passando rápido. Durou uma garrafinha de água, e muitos olhares cheios de significado.

_____Quando tudo terminou, eu tinha vontade de simplesmente me largar no palco, desmaiar. Arrastei o que sobrou de mim até um sofá. Vi o compadre ao meu lado. Pedi fogo como que dizendo: "- Obrigado por tudo."


_____Na volta, uma piada de 27 kilômetros, outra de 10. Uma de uma quadra. Pega o celular, que tinha ficado no carro. Duas mensagens. Olho pro céu e pergunto: "- Tu tá me tirando né.??" Pelo sim, pelo não, voei pro revival. Atrasado, sempre atrasado, mas é assim mesmo, quando perdemos uma oportunidade, a vida demora muito para nos colocar diante dela mais uma vez. Pega o celular, liga, pessoa grossa do outro lado da linha. Minutos, celular toca, outra pessoa. E de repente passou tudo. O cansaço, a ansiedade, a vontade de parar tudo. E lá fui eu decidir meu destino de novo.

_____Uma conversa, um cigarro, vento frio, argumentos bons demais para uma pessoa bêbada, mas sempre foi assim. Uma lágrima bem disfarçada. Carta entregue. Um sorriso que sempre me derruba, um abraço e uma ordem. Manda quem pode.. Quando atravessei a Sinimbu de novo, ali eu soube que a noite estava acabada. Voltei para o revival, prá cima do balcão. Com a fé nas mãos eu sorri. Sorri porque a maré mudou. Porque sentado naquele mesmo balcão eu já havia duvidado. E ali estava eu acreditando de novo. E por mais que digam que é impossível saber o que eu fico pensando por trás de um sorriso quando eu seguro a fé nas mãos e fico passando bolinha por bolinha, eu sei que existe uma pessoa que sabe.

_____A conversa terminou com uma promessa. E por mais que eu quisesse acreditar, eu sabia que não seria cumprida. Como foi dito depois "parece que as palavras agora são apenas pretextos". Msn antes da festa, só para ser maltratado mais um pouco. Antes de reclamar eu ainda esbocei um "eu mereço". E fui pro revival pronto para o crime.

_____?Litro's.? Sim, 2, por favor, porque eu sei que com 2 eu caio. Eu e o Nick sentados em cima do balcão com o litro no meio. Perigoso, de fato. Lembro de tudo, até o momento em que jogaram num carro e fui para o komilão. De lá eu só consigo lembrar do Plentz, do X bacon com Chedar e de uma piada que me tirou do limbo. Ele vai pro céu.. Certo que vai... E eu fico com a sensação que falei demais e/ou fiz merda. De qualquer jeito. acho que ninguém lembra direito do que se passou lá. É setembro, mas parecia junho.

_____E uma única palavra me dá o direito de declarar sentimentos que não são meus. "Inevitável." E não fui eu quem a disse.

_____No meio de tudo descobri porque faço minhas festas do jeito que faço, descobri que sou mais resistente do que eu imaginava. E comecei tudo cantando uma música e termino tudo cantando a mesma música: "nossas meninas estão longe daqui, não temos por quem chorar e nem prá onde ir."

_____Ah, antes que eu me esqueça: Você queria chuva, ela está caindo. Calma e gelada. Sem vento.


5 comentários:

  1. Massa meu.... foi divertido... e qdo acabou eu tb queria me atirar no chão..... é sempre assim meu... a chuva vai, e vem.... as vezes com vento... as vezes não.... não se esquece q ela molha a todos.... o mundo da voltas meu velho... lembra??? heheheeh
    abraços

    ResponderExcluir
  2. noites de Junho :)

    fala sério...o Taloco (quase) fez falta sabado... alguém tem que ter responsabilidade aqui!!

    falou, xingou... mas tu caiu. valeu a noite. Toda a noite...

    ResponderExcluir
  3. ele fez falta para dizer "ninguém cai aqui"

    deu no que deu...
    caí...

    ResponderExcluir
  4. huahuauhauahuhuahuahuahau

    ResponderExcluir