sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Talvez eu não tenha me esforçado o suficiente

Cego, burro, surdo. E teimoso. E arrogante. Não enxergo uma crise dos 30, lido com uma TPM que parece um búfalo no cio como se fosse uma tartaruga num aquário. Sorrio pro maior mentiroso da cidade e não consigo retribuir o afeto que me dão. O lado ruim de ser esquizofrênico me dando na cara.

Há um mundo por trás de cada sorriso meu. E também em cada lágrima. Mas não adianta, cada um enxerga apenas o que quer ver. E parece tão fácil enxergar o que é ruim. Como se fosse errado eu ser o que sou. Horas e dias cuidando com o que faço e com o que penso. Tudo indo por água abaixo por uma interpretação parcial de uma noite minha. Tudo no balaio de lixo porque não entendem meus porques. E eles são tão óbvios.

Água e sal para curar essa dor que eu achei que não ia sentir mais. Uma dose do tamanho de 3/4 do planeta para que eu deixe de ser um namorado tosco.

1 ano. Não que eu não esteja muito feliz, mas é difícil comemorar nessa montanha russa. Não sou uma má pessoa, sou apenas arbitrário. Isso não deveria machucar. Isso não deveria doer.

Um comentário:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=Jr1E4yeRbuc

    ResponderExcluir